Resenha: Um Mais Um – Jojo Moyes

canva-photo-editor (48)

Esse é um livro que eu li já faz mais de 2 anos e eu ainda não tive a vergonha na cara de resenhá-lo, mas parando agora, pegando-o na mão e sentindo a leveza da escrita de Jojo Moyes novamente, me deu vontade de contar um pouquinho sobre a história de Jess Thomas e Ed Nicholls.

Como muitos sabem, eu sou suspeita máxima para falar sobre Jojo Moyes, sou superfã, e claramente esta mulher nasceu para nos fazer sofrer e refletir sobre os momentos complicados e tensos da vida.
Partindo desse princípio, podemos imaginar que “Um Mais Um” se trata de um livro triste, mas é bem o contrário. Se trata de um livro fofo, que relata muitos momentos complicados em que nos metemos em grandes problemas mesmo tentando fazer a coisa certa.
E também sobre como o destino é engraçado, e sempre acaba trazendo pessoas e situações incríveis em momentos que você não vê mais luz no fim do túnel.

canva-photo-editor (46)

Para quem não sabe, “Um Mais Um” recebeu em 2014 uma indicação ao prêmio “Goodreads Choice Awards” de Melhor Ficção, mas acabou perdendo para “Ligações” de Rainbow Rowell (que ainda está na minha pilha da vergonha de livros incríveis não lidos).

Por ser um livro leve, contado em terceira pessoa, com uma escrita simples, e que não possui os sofrimentos habituais da escrita de Jojo Moyes, acredito ser uma ótima oportunidade de conhecer a autora e se deixar levar pela mente criativa dessa mulher incrível!
A capa segue a mesma linha de todas as outras da autora, uma pegada minimalista, porém superfofa e bem cuidada. A diagramação e revisão do livro é bem feita, e quem é leitor assíduo (assim como eu) consegue ler o livro em dois dias – ele possui por volta de 320 páginas.

A trama conta a história de Jess Thomas, uma dona de casa que rala muito para poder sustentar a filha Tanzie e o enteado Nicky – que ficou morando com ela após o chá de sumiço de seu ex-marido.
Tanzie é uma garotinha gênio da matemática, que recebeu uma oportunidade de estudar em uma escola particular através de bolsa de estudos. Nicky é um adolescente gótico meio nublado, que sofre bullying na escola (nível hard), e é viciado em videogames e maquiagem.
Nessa história temos também Ed Nicholls, um milionário do ramo tecnológico que está com a vida aos poucos desmoronando após uma denúncia de práticas ilegais dentro da sua empresa. Além das acusações de ter vazado informações privilegiadas, Ed também esta querendo sumir do mapa para fugir de sua ex-mulher e de sua irmã, que vive cobrando atenção na agenda do milionário para uma visita ao pai.

canva-photo-editor (49)

“Um Mais Um” começa contando a história de Ed e Jess quando se conhecem. Jess tem uma repulsa absurda pelo tipinho de Ed: milionários. Mas após ele ter se embebedado no pub onde ela trabalha e não conseguir voltar para casa, ela acaba sentindo um pouco de dó e ajudando Ed a voltar em segurança.
Tanzie acabou de receber uma bolsa de estudos em uma escola particular, mas Jess não tem condições de pagar o restante da mensalidade, já que a bolsa não seria integral. Sua única esperança é que a menina vença as Olimpíadas de Matemática (na Escócia!) para conseguir o valor e pagar a diferença da bolsa.
Em um ato de agradecimento e generosidade pelos cuidados de Jess no pub, Ed percebe que Jess está passando por uma situação delicada junto com as crianças (pois ela não tem um carro em condições de fazer a viagem de onde moram até a Escócia) e topa ajuda-la com uma carona até o outro país.

Após enjoos, comidas ruins, engarrafamentos, cenas fortes e risadas no desenrolar da história, o final não é desesperador igual ao “Como Eu Era Antes de Você” – que, aliás, você pode ler a resenha clicando aqui – é uma leitura leve que, confesso, no começo não me deixou muito interessada porque de sofrida já basta a minha vida, hahaha. Mas depois me veio uma sensação de frescor, um olhar diferenciado para os detalhes da vida, e um pensamento de que não importa pelo que estamos passando, as coisas sempre vão melhorar! A vida é assim, é cheia de altos e baixos e essa leitura realmente exemplifica o quanto isso é verdade.

Por ser um livro contado em terceira pessoa, poderia facilmente ter se tornado um clichê contando a história de um homem rico e uma empregada que se apaixonam e pronto. Mas Jojo Moyes teve o poder de falar sobre isso e não ser clichê. Ela trouxe a perspectiva real dos personagens, mesmo quando conta a história por outro ponto de vista.
Toda o drama da história é desenvolvido a partir do início da viagem para ir até as Olimpíadas, e o final seria o resultado de toda a viagem com Jess, Ed, Tanzie, Nicky e o doguinho Norman.

canva-photo-editor (50)

“Um Mais Um” não se trata de um livro impecável e que é impossível deixar de ler, mas sim de um livro que tem uma bela mensagem e que te inspira a ser uma pessoa melhor.

“Venho martelando na cabeça das crianças por todos esses anos que, se nos preocuparmos com os outros e fizermos o que é certo, tudo ficará bem. Não roubar. Não mentir. Fazer o que é certo. De alguma maneira, o universo vai nos ajudar. Bem, tudo isso é mentira, não é? Ninguém mais pensa assim.”

Gostou da resenha de “Um Mais Um”?
Não esquece de curtir, comentar e fortalecer o trabalho da amiguinha! =)

E não me esquece nas redes-sociais! =]

Instagram: @lulisproject
Facebook: /lulisproject

Evento Editora Intrínseca – 01/10

PhotoGrid_1444072317084

Dia primeiro de Outubro participei de um encontrinho de livreiros lá no Shopping Frei Caneca, da Editora Intrínseca!
Foi uma delícia, com direito a café da manhã, ver amigos que não via fazia tempos, e aquela baguncinha fora da rotina.

PhotoGrid_1444072497476
Fomos recebidos pelos principais editores da Intrínseca que apresentaram os lançamentos do mês de Outubro. E claro, fizeram aquela divulgação básica dos best-sellers da editora como: Grey e Toda Luz Que Não Podemos Ver.
Eles apresentaram os principais lançamentos de Outubro e acredito que o livro/trilogia que eu fiquei mais animada para ler é o Magnus Chase do Rick Riordan.
Vou deixar a sinopse aqui para vocês ficarem com um gostinho de ‘quero muito isso ai!’.
Nota: Data de lançamento oficial é hoje 06 de Outubro!! Simultâneo com os EUA!!!

“A vida de Magnus Chase nunca foi fácil. Desde a morte da mãe em um acidente misterioso, ele vive nas ruas de Boston, usando de muito jogo de cintura para sobreviver e ficar fora das vistas de policiais e assistentes sociais. Até que um dia ele reencontra Randolph – um tio que mal conhece e de quem a mãe o mandou manter distância. Randolph é perigoso, e revela um segredo improvável: Magnus é filho de um deus nórdico.
As lendas vikings são reais. Os deuses de Asgard estão se preparando para a guerra. Trolls, gigantes e outros monstros horripilantes estão se unindo para o Ragnarok, o Juízo Final. Para impedir o fim do mundo, Magnus deve empreender uma importante jornada até uma poderosa arma perdida há mais de mil anos.
Quando um ataque de gigantes do fogo o força a escolher a própria segurança e a vida de centenas de inocentes, Magnus toma uma decisão fatal.
As vezes é necessário morrer para começar uma nova vida…
Com personagens já conhecidos do público, como Annabeth Chase, prima de Magnus, e deuses como Thor e Loki, Rick nos apresenta mais uma aventura surpreendente, repleta de ação e humor.”

Quando esse livro foi anunciado, foi o ponto alto do evento. Todo mundo gritava, aplaudia e não deixada a palestrante terminar! hahaha
Claro, isso de fato é responsabilidade de Rick Riordan que não escreve uma nova série para seus fiéis leitores desde 2011. Mas essa trilogia será muito bem recebida e tenho certeza que muito elogiada pela crítica.
Aguardando ansiosamente! 🙂

PhotoGrid_1444072593129
Além de Magnus Chase, foram apresentados também: “Um Cão Chamado Jimmy” que já está na minha wishlist e foi lançado ontem (05/10). Aliança do Crime que foi adaptado para os cinemas com ninguém mais que Jhonny Depp! ❤ Operação Impensável, Miniaturista e uma novidade incluindo nosso amado August Pullman! Siiiiiiim, o personagem mais apaixonante da literatura atual de Extraordinário!
Para quem não sabe, foram lançados O Capítulo do Julian e recentemente Plutão, que são e-books com a visão de dois personagens da história.
Essa coisa de “história a parte” fez tanto sucesso, que eles irão lançar mais um e-book de uma personagem que apresenta a escola para o Auggie (tã tã tãããããã, suspense). E será feita uma compilação desses e-books para lançar uma edição única!
Geeeeeente, é muito amoooooooooor!
Juro que quase pulei da cadeira quando apresentaram a capa! Não vejo a hora de lançar! ❤

PhotoGrid_1444072543532
Enfim, esse encontrinho foi cheio de surpresas, e no final ganhamos presentinhos deliciosos!
Na sacola mega linda encontramos três livros: História Do Futuro da Míriam Leitão, a biografia do Elon Musk (que é a cara do Malcolm Merlyn de Arrow.. hahahaha) e o lindinho Para Todos Os Garotos Que Já Amei da Jenny Han.
Ouvi falar maravilhas dessa autora mas ainda não li nenhuma obra dela, com certeza depois da introdução que recebi, vou encarar a leitura! =)
Recebemos também muitos marca páginas! Que sinceramente, eu tenho coleção e eu AMO DE PAIXÃO!
E destacando esses mimos, recebemos dois em especial que são controles de Nintendinho e MegaDrive para a divulgação do livro Guerra Dos Consoles. São lindooooos!
Mas não consegui fotografar porque meu namorado já surrupiou e incluiu na coleção dele. =(
ALOU INTRÍNSECA, SOLTA MAIS DESSES! =)

PhotoGrid_1444072886664PhotoGrid_1444072924466PhotoGrid_1444072854029
Loucurinhas a parte, o evento foi delicioso. A recepção foi maravilhosa, as novidades deixaram todos eufóricos.
Estou torcendo por mais dias de livreira para escrever por aqui! =)

Gostou do post sobre o Evento da Editora Intrínseca?
Deixe seu comentário e não esquece de compartilhar com os amigos!

E não me esquece nas redes-sociais!

Instagram: @lubismodesti
Facebook: /lulisproject
SnapChat: Lubismodesti